Páginas

sexta-feira, janeiro 08, 2010

Microconto #2

Fulano olhou pra Beltrano num olhar gélido e fulminante.
Beltrano apenas sorriu num amarelo impecável e virou as costas.
Fulano desejou desesperadamente um abraço do Beltrano.

2 comentários:

  1. Quanto tempo não venho por aqui.
    Beltrano queria ler novamente a poesia de fulana...

    ResponderExcluir
  2. Simples, e forte.
    Fulano, beltrano...
    Gostei

    ResponderExcluir

Vivendo o Óbvio Utópico...